Pecado e Pecador - parte I

"Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor...". (Hebreus 12:14)

"Ora, a mensagem que, da parte dele, temos ouvido e vos anunciamos é esta: que Deus é luz, e não há nele treva nenhuma". ( I João 1:5)

"Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós". ( I João 1:8)

Vou tentar ser breve, esse é um assunto polêmico que trás muita repercussão e também divisão, por isso em meio a muitas referências bíblicas peguei apenas três. Durante algumas semanas Deus falou muito ao meu coração e colocou uma mensagem na minha mente: "Pecado e Pecador". Desde o início Deus sempre quis ter um relacionamento com o homem de amor e principalmente de paz. Questionamentos sobre a existência de Deus, sobre as verdades bíblicas, sobre o mau e o bem vem sendo levantados há milhares de anos. O homem tem em mente que um ser humano nasce da relação entre homem e mulher, através do ato sexual gerando-se uma nova vida. Estamos acostumados a ver pessoas, objetos, coisas, tocar, sentir.
Na bíblia descobrimos que a fé é a certeza de coisas que se esperam e a convicção de fatos que não se vêem  ( Hebreus 11:1) e que sem fé é impossível agradar a Deus, pois é necessário que aquele que se aproxima de Deus, creia que Ele existe e se torna abençoador dos que o buscam (Hebreus 11:6).

Até conhecermos a Jesus, o Filho de Deus de perto, muitas coisas não conseguimos enxergar. Quando aceitamos a Jesus como Salvador, enviado pelo Pai, para fazermos as pazes com Deus novamente, passamos por uma transformação.

O pecado existe desde o princípio, é a arma adversária que afasta o homem de Deus, essa mensagem se torna dura para quem é do mundo, para quem goza plenamente da zona de conforto. Nós humanamente não estamos acostumados com a palavra renúncia e principalmente com a palavra morte; ouve-se dizer que devemos aproveitar a vida como como se fosse o último dia. Alguns tentam lidar com a morte de uma forma natural, dizendo que é normal ou ainda encontram ideologias que saciem a si próprios, mas trazem em si um pensamento surrealista. 

Falar em pecado é mexer em algo escondido, oculto. Pecamos todas as vezes que deixamos de adorar a Deus, quando falamos mal um do outro, ao não obedecer o Senhor, quando deixamos de olhar o mundo com amor, ao fazermos dos bens, do dinheiro, da ambição, dos vícios, os nossos deuses. Podemos pecar tanto inconscientemente como conscientemente (o que é pior ao meu ver). Se cremos que existe o bem, então sabemos que existe o mau. Se a salvação fosse apenas por obras, muitos estariam cheios de glória própria, quando na verdade basta fé e obediência.

O inimigo não perdoa, ele não dorme um só segundo e assim como Deus tem planos para as nossas vidas: de cura, de vida eterna, de libertação, paz, descanso, amor, esperança. Satanás sabe que é um derrotado e tem planos também, de destruição, de morte, choro, ranger de dentes, pois sabe que o inferno é o seu lugar e quer muitos ao seu lado o fazendo companhia, para não ficar sozinho. Acaso você tem dúvidas? Leia a bíblia, coloque essas palavras em prova.

O pecado é real, ele existe. As vezes pensamos que é o fim quando nos deixamos levar de alguma forma, muitos são os tropeços, as caídas, muitas vezes chegamos a ir ao fundo do poço. A palavra diz que o cristão, que conhece a Cristo não vive pecando e que o pecado é do diabo (I João 3:6-8); ainda assim o pecado é real e é pelas infinitas misericórdias do Senhor que não somos consumidos. Temos um Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, temos um Consolador na terra que aguarda a vinda de Cristo, o Espírito Santo enviado por Deus para cuidar de cada um de nós. Não devemos entristecê-lo pois o Espírito, é o Pai e é também o Filho, os três são um, agindo por amor a cada um de nós.

Devemos ser fortes e corajosos, resisti ao diabo, com toda a armadura de Deus, para que ele fuja de nós. Não nos esquecendo que o mundo jaz, que o mundo é do maligno e que nossa pátria verdadeira está no céu. Agarremos com força cada palavra que pudermos, vamos dobrar os joelhos, vamos chorar, vamos nos arrepender quantas vezes for necessário, enquanto há tempo, pois Jesus por amor ainda tem nos dado tempo. Desejos de morte vêm, uma imensa vontade de parar, desejo de obedecer as próprias trevas como se tudo no mundo fosse normal, mais não é. Jesus pagou preço de cruz, pois éramos nós quem deveríamos ter sido ou estar sendo crucificados por pecados e transgressões.

Desafio você a ler a bíblia e como falei nessa postagem pode começar por I João, cada palavra que escrevi começou primeiramente a ser tratado em mim.

"....ai de mim!Estou perdido! Porque sou homem de lábios impuros, habito no meio de um povo de impuros lábios, e os meus olhos viram o Rei, o Senhor dos Exércitos!". (Isaías 6:5)

É exatamente assim que nos sentimos quando vemos a Deus numa palavra, num louvor, em uma pessoa, dizemos pra nós mesmos: "ai de mim...". Que os nossos olhos possam nesta geração contemplar o Rei, em santidade, em amor.

Deus odeia o pecado, mais ainda ama o pecador.

Jesus nos ama!

Por: Diego Pinto

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Luto: "Biel voltou para casa, voltou para o céu!"

Vídeo em homenagem ao meu cunhado Roberto

Novo Logotipo da Igreja do Nazareno - entenda!