Maria mãe de Jesus, mulher escolhida - ÚLTIMA PARTE

Há algumas semanas atrás Deus me levou a escrever algumas matérias, falando sobre Maria a mãe de Jesus. Nas outras matérias vimos o quanto esta personalidade foi importante e escolhida por Deus. As reportagens enfatizaram o grande preconceito entre evangélicos e católicos, divisão que a olhos humanos parece difícil de acabar. Nos livros do Evangelho de Mateus, Marcos, Lucas e João vemos algumas menções da caminhada de Maria, vendo Jesus trilhando os seus caminhos designado pelo Pai Eterno. O livro de Lucas foi o que mais me chamou a atenção já nos primeiros capítulos, quando o anjo aparece para a virgem lhe informando que seria mãe do Salvador do mundo. Existem denominações que vão além da veneração a esta mulher tão linda, a amam tanto a ponto de adorá-la e colocar tamanha exaltação a ela como se fosse um outro deus. Existem denominações que tratam Maria como se fosse uma qualquer, a ponto de nem falarem seu nome.

Para os ignorantes de plantão, saibam que Maria descansou no Senhor Jesus assim como muitos outros amados de Cristo que já dormem e aguardam a sua volta.

Ela foi uma mulher que Deus escolheu, e se foi escolhida havia algo especial em sua vida. Gerou seu nenê por 9 meses sabendo qual era o sua missão. Cuidou, viu dar os primeiros passos, aprendendo a falar, limpou o seu cocôsinho, amamentou, educou, o Senhor Jesus passou por esse processo. Amemos Maria sabendo que ela foi uma grande mulher e grandes pessoas devem ser lembradas com carinho. Talvez de todos aqueles que seguiam a Jesus, ela foi a que mais sofreu ao ver ele sendo levado para a crucificação, pois a dor que sentiu no peito, foi dor de mãe e quem tem filho sabe disso. Maria acompanhou a Jesus até os últimos segundos, quando ele a entregou aos cuidados de João, discípulo amado, que a acolheu logo após a morte do mestre e ressurreição.

Uma mulher que sempre lembrada pela piedade, bondade e bom testemunho. Uma discípula que assim como os outros ministraram e levaram as palavras de Jesus.

A bíblia não dá mais detalhes sobre a vida de Maria e as causas de sua morte. Sabe que Maria foi mãe de Jesus, uma mulher escolhida.

Por: Diego Pinto.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Luto: "Biel voltou para casa, voltou para o céu!"

Novo Logotipo da Igreja do Nazareno - entenda!

Vídeo em homenagem ao meu cunhado Roberto