CURIOSIDADE: Células de Aliança - Igreja do Nazareno Central de Brasília - Visão Celular

Células de AliançaO modelo de Células de Aliança de Oração é uma ferramenta estratégica de ministério que pode ser implantada em qualquer igreja que trabalhe com células (pequenos grupos). Esse modelo resulta da vivência prática e da necessidade de cumprir o projeto de Cristo em nossas igrejas locais: evangelizar e formar discípulos. Nossa igreja saltou de 70 membros para 700 discípulos, após adotarmos o modelo de igreja em células. Agora, com este novo modelo de Células de Aliança, nosso crescimento está sendo mais sólido.
Deus nos brindou com a Visão de Aliança, mas Ele não quer que o modelo seja retido ou guardado em um gueto denominacional ou metodológico. Por sua simplicidade e eficiência, o modelo de Células de Aliança deve ser compartilhado e difundido ao máximo, anunciando o Evangelho a todos, para que apressemos a volta de nosso Senhor Jesus Cristo. Este material é fruto da unção de Espírito Santo na vida de quem vive a visão celular, crendo no modelo deixado por Jesus para que cumpramos a sua vontade, que é fazermos discípulos.

O que são?
As Células de Aliança são células de multiplicação que se organizam em torno de um compromisso de oração.

Esse compromisso é firmado entre o líder da célula e uma pessoa com necessidades especificas e que precise conhecer o caminho da salvação e da santificação.

Essa Aliança é renovada em etapas definidas. As etapas são firmadas nos pilares: ganhar, consolidar, discipular e enviar.



Os Propósitos



Para o convidado
- Trazê-lo a Cristo, partindo da sua necessidade pessoal imediata; e conduzi-lo à transição partindo do seu próprio interesse para o centro do interesse revelado de Deus.

Para o líder de célula
- Gerar envolvimento diário com os liderados, por meio da oração, visando a consolidação; e levantar os seus discípulos, até o grupo ideal de Doze Discípulos na esfera íntima e direta.



Para a célula
- Desenvolver o comprometimento de todos os seus componentes; e pré-definir o ciclo de vida da célula até a sua multiplicação.



Para a Igreja
- Manter a dinâmica da Visão: ganhar, consolidar, discipular e enviar, dando a oportunidade de envolvimento de todos no projeto do Senhor, como Israel de Deus.

A meta é conquistar o Brasil para Jesus, salvando os filhos desta nação.



O Sinal da Aliança

As alianças divinas pressupõem sinais visíveis. Jesus usou sinais visíveis. Ele tinha poder para curar só com sua palavra (e fez isso muitas vezes); não precisava cuspir no chão e fazer lodo para passar nos olhos do cego, mas então porquê o fez?

“...cuspiu no chão e, fazendo lodo com o cuspe, aplicou-o aos olhos do cego, dizendo: Vai lavar-te no tanque de Siloé (que quer dizer, Enviado). Ele foi, lavou-se e voltou com vista” (João 9:6-7)


O cego precisou de um selo, de um sinal, de um ato prático para mover a sua mente. Dessa forma, Jesus gerou no homem a fé para a cura. O ato de Jesus foi um sinal para desencadear nele o mover da fé, para a cura.

“A fé é a certeza das coisas que se esperam e a convicção dos fatos que não se vêem” (Hebreus 11:1).

Jesus nos revelou que o sinal profético pode e deve ser usado para nos ligar às pessoas, por meio de um sinal externo, gerando no mundo espiritual a fé para a obtenção da vitória (trabalhamos com fitas temáticas dentro do que denominamos Aliança de Oração).

O SENHOR tem demonstrado através dos tempos que é um Deus de Aliança. Hoje, mais do que nunca, Ele convida todos a andar numa nova dimensão de cobertura espiritual, por meio de uma Aliança com Jesus Cristo.
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Luto: "Biel voltou para casa, voltou para o céu!"

Testemunho de cura: MATHEUS PIVATO - 4 ANOS - O SUPERMAN!

Vídeo em homenagem ao meu cunhado Roberto