Morre em Salvador a atriz baiana Regina Dourado, aos 59 anos


 

Faleceu na manhã de sábado (27), aos 59 anos, a atriz Regina Dourado. Ela sofria de câncer de mama desde 2003, e já estava no estado terminal e irreversível da doença. Nos últimos dias, Regina, que estava internada no Hospital Português, em Salvador, sofreu de uma infecção urinária grave, além de insuficiência respiratória.

A causa da morte da atriz, que já não reconhecia mais amigos e familiares, foi o enfraquecimento natural do corpo devido ao processo de metástase do câncer de mama, segundo boletim do Hospital Português.
 
Baiana da cidade de Irecê, Regina começou a carreira artística aos 15 anos, quando estudava teatro, canto e dança na Companhia Baiana de Dança. Seu primeiro trabalho na televisão foi em 1978, no especial ‘A Morte e a Morte de Quincas Berro D`água’. Sua primeira novela foi no ano seguinte: ‘Pai Herói’, de Janete Clair.

Regina ficou conhecida por fazer papéis muito marcantes, com bordões inesquecíveis. Foram mais de 20 novelas e minisséries, entre elas ‘Pão, Pão, Beijo, Beijo’ (1992), no papel de Lara Sereno; ‘Roque Santeiro’ (1985) e ‘Explode Coração’ (1995), em que imortalizou a frase ‘Me poupe, Salgadinho!’. Desde 2006, Regina era contratada da Record, onde atuou nas novelas ‘Bicho do Mato’ (2006) e ‘Caminhos do Coração’ (2007).

O cinema também fez parte da carreira de Regina Dourado, que chegou a ganhar prêmios como o de Crítica do Festival de Cinema de Gramado (pelo filme ‘Tigipió’) e o APCA de Melhor Atriz Coadjuvante (pela novela ‘Renascer’). A atriz sai de cena neste momento, mas seu trabalho será sempre lembrado na história da TV brasileira.
 
 
 
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Luto: "Biel voltou para casa, voltou para o céu!"

Vídeo em homenagem ao meu cunhado Roberto

Novo Logotipo da Igreja do Nazareno - entenda!