"Santificar o pecado e a era do tudo normal"....ENTENDA!

Caros leitores, quem acompanha o nosso blog sabe que em muitas postagens já falei coisas a respeito do pecado, a respeito de situações que muitas vezes nos afasta de Deus. Hoje o tema é bem polêmico e o que me inspira a falar é o contexto atual, o triste contexto onde o mundanismo entra na igreja através dos próprios "crentes".
 
SANTIFICAR O PECADO - Realmente temos vivido tempos difíceis na igreja deste século, problemas que já existem há milhares de anos tornam-se evidentes. Que todos nós somos pecadores todos já sabem, que carecemos da GRAÇA e o do PERDÃO de Deus. Mais o problema maior não está no fato de sermos pecadores, falhos, mas achar que DEUS compactua, aprova, assina embaixo certas coisas, situações, sabe amigos, essa mensagem também é pra mim.
 
A igreja atual (sentido geral), tem sido PERMISSIVA demais e não estou dizendo que devemos julgar as pessoas, apedrejar, expulsar ninguém dos templos, pelo contrário, deve-se amar, perdoar, acolher e acima de tudo EXORTAR com a VERDADE. Não se exorta mais, não se fala mais a verdade. Sabe porque? Medo de perder membros, medo de perder a popularidade. Igreja acima de tudo, de qualquer julgamento é a casa de Deus, lugar Santo, de Ordem, de Decência.
 
A PERMISSIVIDADE não só apoia o pecado, mas torna-se cumplice. Jesus se acentava com pecadores mas não era um deles, antes, era o remédio que precisavam. JOÃO, a voz que clamava no deserto, gritava: "RAÇA DE VÍBORAS" pra quem quisesse ouvir, creio que não se preocupava com o que pensavam dele. Os discípulos escreveram as EPÍSTOLAS, AS CARTAS às igrejas da época, elogiando  e EXORTANDO quando preciso. Temos a BÍBLIA em casa e ainda conseguimos pecar, ferir com palavras ou não.
 
A ERA DO TUDO NORMAL chegou....o problema é chegar às igrejas; o pecado virou coisa NORMAL, a TV já normalizou. É como subir ao palco, pecar escancaradamente, abertamente, colocar Deus na primeira fila da platéia e pedir, esperar que Ele aplauda, o Rei da Glória, o Santo de Israel.
 
 
Termino dizendo e enfatizando: PECADO É PECADO, SANTIDADE É SANTIDADE. Existem coisas que devem ser tratadas a sós com Deus e com os amados de confiança, coisa que também tem se perdido.
 
NÃO ME VENHAM NORMALIZAR O QUE NÃO É DE DEUS.
 
Quem assina essa mensagem é um pecador sim, carente do Amor do Pai, desesperado por Jesus e que anseia por ser santo como Ele é Santo.
 
Peço perdão a Deus e aos meus queridos leitores caso tenha me excedido em algum ponto.
 
No amor de CRISTO.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Luto: "Biel voltou para casa, voltou para o céu!"

LUTO: Neuza Garcia... Jesus vive! Você também vive!

Testemunho de cura: MATHEUS PIVATO - 4 ANOS - O SUPERMAN!