Avivamento de SANTIDADE - parte 3


LOGOTIPO OFICIAL DA IGREJA METODISTA, ORGANIZADA PELO REVERENDO INGLÊS, JOHN WESLEY.

metodismo foi um movimento de avivamento espiritual cristão ocorrido na Inglaterra do século XVIII que enfatizou a relação íntima do indivíduo com Deus, iniciando-se com uma conversão pessoal e seguindo uma vida de ética e moral cristã. O metodismo foi liderado por John Wesley, eclesiástico da Igreja Anglicana, e seu irmão Carlos Wesley, considerado um dos maiores expoentes da música sacra protestante. (FONTE: WIKIPÉDIA)



2.    O Avivamento de Santidade nas Igrejas Metodista (1865-1885)
Voltando atrás para entender o papel o da Igreja Metodista vemos que a guerra civil deixou como herança uma terrível crise moral e espiritual. Alguns pastores metodistas acreditaram que estas poderiam ser confrontadas com o retorno à fé dos seus fundadores. Sob a liderança de John C. Mcclintock celebraram o centenário da denominação cujo tema central foi: A Perfeição Cristão tema central da Bíblia. Durante o ano do centenário:
·      as reuniões de oração se multiplicaram,
·      os Palmers continuaram a trabalhar. Dirigiram muitos acampamentos em Nova York, Michigan e Illinóis,
·      o Presidente da União de Pastores Metodistas dirigia uma série de discussões que deram origem ao Primeiro Acampamento Nacional para a Promoção da Santidade,
Associação Nacional de Encontros de Avivamento para a Promoção da Santidade Cristã
Desta série de discussões originou-se a Associação Nacional de Encontros de Avivamento para a Promoção da Santidade Cristã em Vyneland, New Jersey. Esta se reunia em acampamentos a cada ano, nos mais variados lugares e, era sempre um pentecostes. Pouco a pouco a mensagem ia ganhando o coração dos metodistas. Dois grandes nomes destes acampamentos foram John Inskip e o Bispo Matheu Simpson. Esta associação deu uma dinâmica nacional ao movimento.

Os que participavam do movimento:
·      reuniam-se semanalmente nas Igrejas ou nas casas para buscar a segunda bênção,
·      Contavam com o apoio de grandes líderes das denominacionais existentes,
·      Davam muita ênfase ao ministério dos leigos e mulheres
·      Fundaram associações com o propósito de:
·      espalhar a doutrina,
·      ensinar a doutrina,
·      ter comunhão.

3.    Aspectos do Movimento Interdenominacional e Internacional

a) Foram muitos os participantes do Movimento que não eram metodistas, esses já exerciam ministérios interdenominacionais, alguns se tornaram membros fundadores da Igreja do Nazareno, por exemplo:

William Howard Hoople --- Batista
Edward F. Walker ---- Presbiteriano
J. O. McClurkan ---- Presbiteriano
Aaron M. Hills e George Sharpe(escoceses) eram congregacionais
Edgar P. Ellyson e Seth C. Rees eram da Igreja dos Amigos
John W. Goodwin – Cristãos Adventistas

b) Esses na sua maioria haviam sido influenciados pelo Movimento de Oberlin, mencionado anteriormente.

c) Os acampamentos Nacionais tocaram a vida de muitos dos Quakers, eles também criam na inteira santificação e a chamavam de “Luz Interna”.
David B. Updegraff, filho e neto de um Quaker da Virginia recebeu a santificação em sua própria casa em 1871. Depois de ouvir o testemunho de um amigo que havia ido a um dos acampamentos anuais de Associação de Vyneland. Imediatamente começou a trabalhar como Evangelista.
Em seguida ele ganhou a Dougan Clark, catedrático de Bíblia em Earlham College em Indiana. Foram estes dois que dirigiram o despertamento de santidade entre “Os Amigos” no meio Oeste. Esta é a razão porque em 1873 Lewis R. Dunn ao escrever na Revista Trimestral Metodista enfatizou “Os episcopais, quakers, presbiterianos e batistas estão esquecendo-se de sua controvérsia sectária para proclamar junto com seus irmãos metodistas a graça purificadora. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Luto: "Biel voltou para casa, voltou para o céu!"

Novo Logotipo da Igreja do Nazareno - entenda!

Vídeo em homenagem ao meu cunhado Roberto