Converse mais com seu filho


Quero começar nossa dica fazendo uma pergunta. Como vai seu relacionamento com seu filho? Infelizmente, muitos pais estabelecem relações muito impessoais e totalmente distante com os seus filhos. Desenvolvem relações em que a paternidade se caracteriza basicamente por uma dominação arbitrária e hierárquica com toda a família.
Nesses casos, a paternidade passa a ser exercida quase que exclusivamente a partir de uma relação de poder, não deixando nenhum ou quase nenhum espaço para a reciprocidade, a intimidade e o amor.
O pai passa a ser um mero símbolo ou expressão de autoridade e repressão. Este modelo de paternidade, além de trazer gravíssimas consequências emocionais aos nossos filhos, faz também com que a masculinidade e a paternidade sejam mal transmitidas, mal formuladas e mal formadas.
Tome sempre a iniciativa de se aproximar do seu filho e conversar com ele. Ao notá-lo triste, melancólico ou deprimido, procure conversar com ele. Aproxime-se dele com ternura e desejo de ouvi-lo com toda atenção de compreendê-lo e ajudá-lo quando houver necessidade.
Tome a iniciativa de sentir, tocar, cheirar, acolher, perdoar e pedir perdão ao seu filho. Procure passar tempo com ele, realizando alguns programas juntos. A iniciativa do diálogo, da aproximação, da intimidade e do amor deve partir de você, papai, não espere isso do seu filho.
Valeu? Foi mais uma dica de pai para pai.
Fotos: Internet
FONTE: LAGOINHA

Pais e Filhos

Tio Uli

Apresentador do programa infantil “Tio Uli e seus bonecos” pela Rede Super de Televisão. Ulisses Spagiari é obreiro em tempo integral da Igreja Batista da Lagoinha.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Luto: "Biel voltou para casa, voltou para o céu!"

Testemunho de cura: MATHEUS PIVATO - 4 ANOS - O SUPERMAN!

Vídeo em homenagem ao meu cunhado Roberto