Glória Perez não recebeu indenização devida por morte de Daniella Perez

Foto: Internet

Glória Perez e Raul Gazolla, respectivamente mãe e viúvo da atriz Daniella Perez - que foi assassinada em 1992 -, não receberam até o momento a indenização devida determinada em decisão judicial de 2002.


Correção: a nota original dizia que a decisão judicial sobre a indenização havia sido tomada pela Justiça do Rio nesta sexta-feira, 29. A decisão, na verdade, é de março de 2002. As informações foram corrigidas às 14h54 de sexta.


De acordo com o advogado Paulo Cezar Pinheiro Carneiro Filho, que representa a autora e o ator, o valor estabelecido em março de 2002 - de 500 salários mínimos - nunca chegou a ser pago porque em 2005 Paula e Guilherme entraram com processo de insolvência, alegando não terem bens para cumprir a decisão judicial. Ainda segundo o advogado, este processo de insolvência até hoje não foi avaliado pela Justiça e não há uma previsão para que isso aconteça. Caso seja avaliado que a alegação de Paula e Guilherme não é válida, eles deverão pagar o valor acrescido de correção monetária e juros. "Ainda há esperança", disse o advogado.


Entenda o caso
Em março de 2002, o desembargador Paulo Gustavo Horta determinou que Glória e Raul deveriam receber uma multa indenizatória no valor de 500 salários mínimos, ou cerca de R$ 440 mil cada, de Guilherme de Pádua e Paula Thomaz, condenados pelo assassinato de Daniella Perez. A ação foi julgada em segunda instância pela 7ª Câmara Cível do TJ/RJ.

De acordo com a decisão, os réus ainda foram condenados ao pagamento das despesas com o sepultamento e funeral, na ordem de cinco salários mínimos, além das custas processuais e honorários de advogado de 10% sobre a condenação.

Procurada pelo EGO, Gloria disse que prefere não se pronunciar sobre o assunto.

Foto: Internet


Fonte: EGO
http://ego.globo.com/famosos/noticia/2016/04/gloria-perez-e-raul-gazolla-ganham-processo-contra-guilherme-de-padua.html


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Luto: "Biel voltou para casa, voltou para o céu!"

Testemunho de cura: MATHEUS PIVATO - 4 ANOS - O SUPERMAN!

Vídeo em homenagem ao meu cunhado Roberto