A dor que uniu o Brasil e o mundo! Há esperança em meio a morte - por Diego Pinto #ForçaChape


Tenho certeza que a data de 29/11/16 ficará marcada em nossa memória por muitos e muitos anos, a tragédia que matou os jogadores da Chapecoense, seus dirigentes, jornalistas e tantas outras pessoas, mexeu com o profundo do coração de muitas pessoas, inclusive eu mesmo. Mas num contexto de tamanha dor, onde se roubam as palavras 6 sobreviventes ainda trazem um pouco de alento aos corações, não apenas de seus familiares, mas de todos nós.

Este acidente aéreo tão chocante uniu o Brasil e o mundo num mesmo sentimento, o de dor. Fez com que brasileiros e colombianos, se relacionassem como verdadeiros irmãos, em cada olhar, em cada expressão, consternação e tristeza, a morte tem sempre aquele poder de tirar qualquer pessoa, seja ela quem for, do lugar de conforto e nos colocar em reflexão da vida. E por falar em vida, como ela passa depressa não é verdade? Sou uma pessoa comum, um homem simples e que desde de cedo aprendeu a abraçar a fé para encarar as aflições da vida, como tenho aprendido isso. Hoje quero dizer que há esperança, existe esperança em meio a morte, a morte não é o fim, é apenas o começo. Existe um Deus, o único e verdadeiro Deus, que entregou seu Filho para morrer numa cruz por cada um de nós, um Deus que se importa comigo, com você, que não está longe quando estamos sofrendo, Ele está sempre perto. Jesus veio para cumprir uma missão, ser a luz de um mundo em trevas, veio nos reconciliar com o Pai, Ele venceu esta morte que tanto tememos humanamente, venceu a morte que nos tira o chão e prometeu nunca nos deixar a sós. Eu creio, que Jesus tem cuidado de cada um desses familiares que perderam seus entes queridos, como cuidou e tem cuidado de mim desde que perdi meu irmão há 2 anos atrás, num acidente de carro. Acredito que o Senhor tem cuidado sim de cada cidadão chapecoense, dos familiares de cada jornalista, foram vidas preciosas que se foram, filhos, maridos, pais, jovens cheios de vida e de sonhos. A verdade é que somos mais frágeis do que pensamos, tão fracos e limitados. Por uma fatalidade, por uma sequência de erros talvez, tudo isso aconteceu e nenhum de nós estamos imunes de algo assim. O que quero dizer com esta postagem é reafirmar que apesar de tamanha dor: HÁ ESPERANÇA EM MEIO A MORTE. Tenho plena convicção que todos estão nos braços do Pai, eu acredito nisso e cada um escolhe no que acreditar. Deus não se alegra na nossa dor, Jesus sabe o que é sofrer, sabe o que foi morrer, mas ele venceu a morte ressuscitando ao terceiro dia, isto é vida eterna, é a esperança a que me refiro. Que neste momento difícil possamos voltar os nossos olhos para o céu de onde vem o socorro, o refrigério, a paz que precisamos, que possamos orar por estas famílias. Por mais que não compreendamos, entendamos tudo isso, precisamos nos aquietar em Deus sabendo que Ele está no controle de todas as coisas e que nossa vida é como um sopro. Penso que muitas pessoas que não oravam passaram a orar depois disso, pessoas que não choravam, que estavam com seus corações endurecidos, amargurados, se quebrantaram como nunca antes. O que vimos no Brasil na última semana foi uma comoção tal, como nunca vivenciei em toda a minha vida, todos unidos, um único time, uma única camisa, um mesmo sentimento, chorando com os que choram e como chorei. Deus nos quer unidos, amando um ao outro, não apenas numa tragédia como essa, mas exercendo esse amor, este respeito, esta humanidade todos os dias. Será que é preciso aviões caírem, vidas se perderem, mortes acontecerem, para que possamos enxergar a Deus? Enxergar quem somos? O que temos feito?

Esses lindos guerreiros, todos eles, fizeram história não como gostariam, se eternizaram nos corações de um povo e voltaram para casa um pouco antes do que esperado pelos seus, porque a nossa vida por mais boa que seja, não é aqui, não se resume aqui, o céu é o nosso verdadeiro lar.

Que o Espírito Santo de Deus, o Consolador e o amor de Jesus sejam derramados dia após dia sobre cada coração que ainda chora.

#VamosChape
#ForçaChape
#Todossomoschape

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Luto: "Biel voltou para casa, voltou para o céu!"

Testemunho de cura: MATHEUS PIVATO - 4 ANOS - O SUPERMAN!

Vídeo em homenagem ao meu cunhado Roberto