Série: A crise da Igreja do século XXI - parte 2

Imagem: Internet

8 Ao anjo da igreja em Esmirna escreve: Estas coisas diz o primeiro e o último, que esteve morto e tornou a viver:
9 Conheço a tua tribulação, a tua pobreza (mas tu és rico) e a blasfêmia dos que a si mesmos se declaram judeus e não são, sendo, antes, sinagoga de Satanás.
10 Não temas as coisas que tens de sofrer. Eis que o diabo está para lançar em prisão alguns dentre vós, para serdes postos à prova, e tereis tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.
11 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: O vencedor de nenhum modo sofrerá dano da segunda morte. (Apocalipse 2:8-11)


Hoje quero dar sequência a nossa série A CRISE DA IGREJA DO SÉCULO XXI e para isso precisamos nos atentar ao que Jesus revelou a João, primeiro o Senhor dirigiu-se a igreja estabelecida em Éfeso e seguiu referindo-se a Esmirna. Mais uma vez Jesus se dirigiu àquela igreja falando que a conhecia, observem o versículo acima: ...conheço a tua tribulação, a tua pobreza (mas tu és rico) e continua... e a blasfêmia dos que a si mesmos se declaram judeus e não são, sendo antes, sinagoga de Satanás. Era exatamente neste ponto que queria chegar, o quanto o Senhor nos conhece por dentro e por fora. Enquanto a Igreja de Éfeso já sofria com o abandono do primeiro do amor, Esmirna tinha que lidar com falsos judeus no seu meio, ou seja, homens mentirosos, enganadores, que diziam ser algo que não eram de fato.

A Igreja atual não é diferente da primitiva, é preciso muita maturidade, amadurecimento espiritual para poder lidar com os lobos em peles de cordeiros, o joio no meio do trigo, pois eles estão em toda parte e as próprias Escrituras nos alertam quanto a isso. A Palavra de Deus diz que nem todo aquele que diz: Senhor, Senhor entrará no Reino dos Céus, mas aquele que faz a vontade de Deus (Mateus 7:21). Lidar com situações como estas dentro da igreja não é nada fácil e causa tristeza, tribulação, aos irmãos de fé, pois somos chamados a sermos santos como Cristo é Santo, a imitá-lo, seguir os seus passos. Pelas palavras de Jesus vemos que aquela igreja era uma igreja pobre talvez em recursos, mas rica na graça e no conhecimento de Cristo, creio eu que ali estavam homens, mulheres, crianças, pessoas alcançadas, transformadas, pelo mensagem do Evangelho. Jesus encoraja aquelas pessoas e é o que Ele espera de nós, que sejamos fiéis até à morte, diante disso ainda temos a promessa da coroa da vida. É impressionante como a Palavra de Deus não muda, é a mesma, imutável, no passado falsos judeus no meio da igreja de Cristo, no presente falsos cristãos no meio da igreja moderna. Para vencer esta situação que causa crise na igreja é preciso muita sabedoria, oração, somente Deus pode convencer o pecador do seu pecado, não nos cabe julgar ou apontar o dedo, causar mais problemas ainda, o verdadeiro cristão age como Cristo, pensa em como Ele agiria. Ai daqueles por meio de quem vem os escândalos.

Pense nisso.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Luto: "Biel voltou para casa, voltou para o céu!"

Vídeo em homenagem ao meu cunhado Roberto

Novo Logotipo da Igreja do Nazareno - entenda!