Série: A crise da Igreja do século XXI - penúltima parte

Foto: Pixabay

7 Ao anjo da igreja em Filadélfia escreve: Estas coisas diz o santo, o verdadeiro, aquele que tem a chave de Davi, que abre, e ninguém fechará, e que fecha, e ninguém abrirá:
8 Conheço as tuas obras – eis que tenho posto diante de ti uma porta aberta, a qual ninguém pode fechar – que tens pouca força, entretanto, guardaste a minha palavra e não negaste o meu nome.
9 Eis farei que alguns dos que são da sinagoga de Satanás, desses que a si mesmos se declaram judeus e não são, mas mentem, eis que os farei vir e prostrar-se aos teus pés e conhecer que eu te amei.
10 Porque guardaste a palavra da minha perseverança, também eu te guardarei da hora da provação que há de vir sobre o mundo inteiro, para experimentar os que habitam sobre a terra.
11 Venho sem demora. Conserva o que tens, para que ninguém tome a tua coroa.
12 Ao vencedor, fá-lo-ei coluna no santuário do meu Deus, e daí jamais sairá; gravarei também sobre ele o nome do meu Deus, o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém que desce do céu, vinda da parte do meu Deus, e o meu novo nome.
13 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. (Apocalipse 3:7-13)


Hoje entramos nossa penúltima parte da nossa série: A CRISE DA IGREJA DO SÉCULO XXI. De forma muito simples procurei contextualizar para os nossos dias, algumas exortações das cartas que João escreveu, de acordo a visão que teve do seu encontro com Jesus.

Para a igreja de Filadélfia o Senhor Jesus fala mais uma vez que conhece suas obras, é bom sempre ressaltarmos isto, Ele nos conhece, sabe de tudo o que fazemos. Esta igreja guardou as palavras de Jesus e não negou o seu Nome, entendo que não eram apenas ouvintes, eram praticantes desta palavra, isto é uma grande virtude. É lindo ver as coisas que o Senhor diz desta igreja, uma igreja amada por Ele, não que as demais não fossem, todas são. Mas Cristo reconhece o valor da perseverança, é o caso de Filadélfia, ainda que fosse uma igreja de pouca força, no sentindo de não ser grande e influente, ou de pessoas aparentemente fracas, mas de uma fé enorme. Podemos aprender muito com esta passagem, somos exortados a guardar a nossa fé, a confiança, a esperança. Deus tem um tempo perfeito para todas as coisas, Deus tem promessas lindas para aqueles que confiam Nele, precisamos nos atentar a isso, eu preciso me ater a esta verdade.

Um dos motivos de crise da igreja atual é não guardar a Palavra de Deus e negar a Jesus, àqueles que guardam os seus mandamentos são os que o amam. Uma igreja que abandona o primeiro amor, que tem falsos cristãos, que mente, se prostitui e está morrendo espiritualmente, não pode ser uma igreja que transmita a Cristo, isto é um alerta, não é geral, mas real. Pois cada vez mais vemos o amor se esfriar e os que se dizem cristãos abandonando a fé que dizem ter.

Que Deus continue a ter misericórdia de nós, da humanidade e das suas igrejas, nos ajude Senhor a ser como tu és. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Luto: "Biel voltou para casa, voltou para o céu!"

Vídeo em homenagem ao meu cunhado Roberto

Novo Logotipo da Igreja do Nazareno - entenda!